domingo, julho 14, 2024
Comportamento

Mude a mentalidade pobre com Arquivos de Riqueza – Parte 2

Se você caiu de paraquedas nesse post deixa eu te avisar que já existem outros dois sobre o livro Os Segredos da Mente Milionária, o livro que te ensina a trocar a sua mentalidade pobre por uma mente milionária usando Arquivos de Riqueza.

– Os Segredos da Mente Milionária
Arquivos de Riqueza do livro Os Segredos da Mente Milionária – Parte 1

Pra não assustar quem tem preguiça de ler posts muito longos eu resolvi dividir em dois os Arquivos de Riqueza que aparecem no livro. Essa é a segunda parte mas nada impede que você comece por aqui e depois vá para o outro post, para ler o resto. Não existem uma ordem correta.

Se você se interessou pelo livro Os Segredos da Mente Milionária deve ter percebido pelo título que o assunto do livro é a mudança de mentalidade. Posso te garantir por experiência própria que apenas a leitura não vai fazer com que você absorva adequadamente os ensinamentos propostos. A prática é necessária e é por isso que eu deixei aqui os exercícios indicados no livro, mesmo que de forma resumida.

Então sem mais delongas vamos aos últimos 8 arquivos de riqueza.

Arquivo de riqueza nº 10 As pessoas ricas são excelentes recebedoras. As pessoas de mentalidade pobre são péssimas recebedoras.

Não saber receber é uma das principais causas de você ainda não ter manifestado a riqueza. Parece estranho né, mas eu aposto que sempre que você recebe um elogio você devolve imediatamente ou refuta. Quer ver?

Quando alguém elogia o seu cabelo, o que você faz? a) responde apenas obrigado; b) diz que o cabelo da pessoa também está bonito; c) responde que lavou naquele dia; ou e) fala “Imagina, ele tá horrível hoje”.

Aposto que 99% vai responder qualquer uma das alternativas menos a letra A. Nossa baixa autoestima nos impede de receber porque não nos sentimos merecedores. Mas quem é que define quem é merecedor ou não? Não existe um carimbo antes de nascer.

Harv diz que se um carvalho tivesse a mentalidade de um ser humano cresceria apenas 3 metros, ao invés dos 30 metros de que é capaz.

A crença de que dar é melhor do que receber está um pouco equivocada, pois você não pode dar algo se a outra pessoa não está disposta a receber. São dois lados da mesma coisa.

Você pode e deve ser muito bem recompensado pelo seu trabalho. Pense em todas as coisas boas que o dinheiro pode te proporcionar. E não caia nessa de “O dinheiro corrompe”. A verdade é que o dinheiro potencializa. Se você é bom ficará melhor. Se é mau ficará ainda pior. Se é generoso poderá ser generoso com mais pessoas.

Declaração 10 – Sou um excelente recebedor. Estou aberto e propenso a receber grandes quantidades de dinheiro na vida. Eu tenho uma mente milionária!

Prática 10 – Para se tornar um bom recebedor não recuse as ofertas que lhe fazem. Se receber um elogio ou um presente apenas se limite a agradecer. Você não precisa retribuir imediatamente. Quando você rebate um elogio ou um presente é como se tivesse tirando o prazer da outra pessoa de te oferecer algo.

Receba todo o dinheiro com entusiasmo, não importa se forem 2 centavos ou 50 mil reais. Declare: “Eu sou um imã que atrai dinheiro. Obrigado, obrigado, obrigado”. Agrade a si mesmo e faça algo que lhe deixe feliz, pelo menos uma vez por mês.

Pessoas de mentalidade pobre não sabem receber

Arquivo de riqueza nº 11 As pessoas ricas preferem ser remuneradas por resultados. As pessoas de mentalidade pobre preferem ser remuneradas pelo tempo que despendem.

Se propusessem a você que seu salário seria baseado nos seus resultados, você aceitaria? Você já pensou que o trabalho que você faz pode ter muito mais valor que o que você recebe no seu contracheque?

As pessoas de mentalidade pobre querem ser remuneradas pelas horas de trabalho e não pensam no resultado e no retorno que aquilo vai gerar. Isso só mostra o medo de não ser suficiente e de não conseguir gerar valor com o trabalho.

A nossa sociedade é cheia de regras trabalhistas que contribuem para essa cultura, porém quem quer ficar realmente rico levará muito tempo para conseguir se mantendo nesse regime de trabalho.

É por isso que as pessoas ricas preferem ser remuneradas por seus resultados e muitas vezes abrem os seus próprios negócios. Se horas de trabalho e esforço fossem suficientes para enriquecer, muita gente entraria para o rol dos milionários, mas não é isso que acontece. Mais do que no tempo gasto e no esforço, devemos focar sempre no resultado.

Declaração 11 – Prefiro ser remunerado com base nos meus resultados. Eu tenho uma mente milionária.

Prática 11 – Comece a pensar em como oferecer o trabalho que você faz hoje de forma independente, como uma consultoria. Outra proposta é negociar com o seu empregador para que sua remuneração seja proporcional aos seus resultados, pelo menos em parte. Deu medinho? Isso acontece porque você não confia no seu trabalho. Tá na hora de aumentar a sua confiança ou de estudar mais.

Arquivo de riqueza nº 12 As pessoas ricas pensam: “Posso ter as duas coisas.” As pessoas de mentalidade pobre pensam: “Posso ter uma coisa ou outra.”

Eu adoro uma parte do livro quando T. Harv acaba com a crença de que não podemos ter riqueza e felicidade, ou riqueza e mais tempo com a família, ou riqueza e qualquer outra coisa que você possa imaginar. Segundo o autor, dizer que riqueza e felicidade não podem andar juntas é o mesmo que dizer que você deve escolher entre manter o seu braço direito ou a sua perna direita. Essas duas coisas não são excludentes, podemos ter ambos.

Quando você se confrontar com uma aparente bifurcação, onde o lógico seria escolher a saída 1 ou a saída 2 pergunte a si mesmo: “Como posso ter as duas coisas?” Comece a treinar a sua mente para que ela consiga perceber outras opções, além daquelas que são apresentadas.

Isso também vale pra quem pensa que os ricos só são ricos porque tiram o dinheiro dos pobres. Isso não é verdade. Se isso fosse verdade a quantidade de dinheiro em circulação em um país não poderia aumentar com o tempo. No Brasil, por exemplo, logo depois que foi criado o plano real havia 9,5 bilhões de reais em circulação (considerando apenas as cédulas de dinheiro). Hoje, existe em circulação quase 324 bilhões de reais.  

Esse é um exemplo muito simplista, mas que mostra que a quantidade de dinheiro que existe não é algo fixo. O dinheiro não tem um fluxo único da mão dos pobres para a mão dos ricos, ele circula. 

Declaração 12 – Eu sempre penso: “Posso ter as duas coisas.” Eu tenho uma mente milionária!

Prática 12 – Diante de duas alternativas sempre pense: “Como posso ter ambas?” Quando for gastar dinheiro saiba que ele irá circular e chegar em centenas de indivíduos, criando riqueza para cada um deles. Por fim, pense em você como um exemplo para os outros. Seja rico, bondoso, feliz, afetuoso e tudo o mais que você puder. Mostre que não é preciso escolher entre esse ou aquele.

Arquivo de riqueza nº 13 As pessoas ricas focalizam o seu patrimônio líquido. As pessoas de mente pobre focalizam o seu rendimento mensal.

Não interessa o quanto de rendimento você tem por mês. Se você não souber fazer sobrar dinheiro no fim do mês você nunca construirá a sua riqueza. O seu rendimento mensal é apenas um dos quatro passos necessários para que você fique rico.

O segundo elemento é a poupança, ou seja, fazer sobrar dinheiro no fim do mês. Esse dinheiro que sobra não deve ser guardado embaixo do colchão, você precisa investi-lo. Os investimentos são a forma de aumentar o seu dinheiro sem esforço. Deixei que os juros façam isso por você.

A última parte da equação é a simplificação. Quanto mais simples for o seu estilo de vida, menor vai ser o seu custo e mais fácil será para você se manter com o retorno dos seus investimentos.

Então, é claro que é bom ter altos rendimentos, isso pode até te ajudar a ficar rico mais rápido. Porém, se você não estiver atento às outras 3 partes da equação, de nada vai adiantar ter um elevado rendimento. Foque no seu patrimônio líquido, em fazer crescer a sua riqueza.

Declaração 13 – Estou concentrado na construção do meu patrimônio líquido. Eu tenho uma mente milionária!

Prática 13 – Concentre-se nos quatro fatores que aumentam o seu patrimônio líquido: rendimentos, poupança, investimentos e simplicidade. Escreva em um papel o seu patrimônio líquido atual (o que você tem menos as dívidas) e atualize pelo menos trimestralmente esse extrato. Ver o montante crescer é motivador.

Se precisar de ajuda, contrate um consultor financeiro.

Arquivo de riqueza nº 14 As pessoas ricas administram bem o seu dinheiro. As pessoas de mentalidade pobre administram mal o seu dinheiro.

Se uma pessoa que gostaria de emagrecer disser: “Vou começar a fazer exercícios depois de perder 10kg” você vai achar estranho, não vai? Mas é exatamente isso que a maioria faz com o dinheiro.

As pessoas dizem que vão administrar bem o dinheiro quando tiverem cem mil reais no banco, porém não entendem que a lógica é contrária. Elas só chegarão a ter cem mil reais no banco, depois de começarem a cuidar bem do único real que possuem agora.

Cuidar do seu dinheiro é questão de hábito e quanto mais cedo você adquirir esse hábito, mais fácil será engordar os seus investimentos. O exemplo que o autor cita no livro é muito fácil de entender. Você não compraria um sorvete de três bolas para uma criança que acabou de derrubar o sorvete com apenas uma bola. Da mesma forma, você não vai receber mais dinheiro se não souber administrar o que já possui.

O ideal é definir porcentagens para os seus gastos, coisa que eu vou te ajudar a fazer nesse blog. Mas o que você deveria começar a fazer agora, hoje, é separar 10% dos seus rendimentos para investimentos de longo prazo. E com longo prazo eu quero dizer que esse dinheiro não te pertence mais. Você investe e esquece. Começando hoje, o seu eu do futuro vai te agradecer imensamente.

Outros 10% dos seus rendimentos são destinados a conta da diversão. É um dinheiro que você deverá gastar todo mês e que deve te trazer satisfação. Você pode gastar com o que quiser e principalmente com aquilo que te faça se sentir rico: bons restaurantes, ótimas experiências ou um artigo de luxo. Essa conta serve pra amenizar o sofrimento que talvez você sinta ao ter que guardar 10% todo mês, sem poder resgatar. Deve haver um equilíbrio para que você não desista no meio do caminho.

E só pra você não ficar ansioso, pensando no que fazer com o restante do dinheiro, eu vou te contar os outros percentuais que o T. Harv Eker sugere: 10% para despesas de longo prazo, 10% para instrução financeira, 50% para necessidade básicas e 10% para conta de doações.  

Declaração 14 – Sou um excelente administrador de dinheiro. Tenho uma mente milionária!

Prática 14 – Abra hoje a sua conta da liberdade financeira e deposite todo mês 10% dos seus rendimentos. Crie também um pote da liberdade financeira na sua casa e coloque lá uma quantia todos os dias. Não importa quanto, o importante é criar o hábito. Separe o seu rendimento em contas destinadas a objetivos diferentes e comece hoje a administrar o seu dinheiro, seja um real ou um milhão.

Pessoas de mentalidade pobre negligenciam o seu dinheiro e os ricos cuidam direitinho dele.

Arquivo de riqueza nº 15 As pessoas ricas põem o seu dinheiro para dar duro para elas. As pessoas de mentalidade pobre dão duro pelo seu dinheiro.

Crescemos ouvindo que para ganhar dinheiro tem que trabalhar duro. Concordo que para começar a ganhar dinheiro é inevitável trabalhar, mas você não precisa dar duro pra sempre.

Você conhece todas as formas de rendimento possíveis? Acredito que não, nem eu conheço. Mas eu sei que existem algumas maneiras que fazem com que o dinheiro chegue até você, sem que você precise de esforço constante.

Você sabia que o compositor de uma música recebe toda vez que a música toca no rádio ou em outras plataformas? Quem escreve um livro tem um trabalho danado, mas esse trabalho diminui a medida que as vendas aumentam e as pessoas começam a divulgar por conta própria. Ter um imóvel disponível para alugar coloca um dinheiro na sua mão todo mês.

Esse tipo de renda é considerada passiva. Ela não está diretamente vinculada ao seu trabalho, portanto pode estar gerando dinheiro mesmo sem o seu envolvimento direto. Investimentos também são uma forma de renda passiva. Investindo em ações ou fundos imobiliários você pode receber dividendos ou rendimentos. Investimentos de renda fixa também podem dar retorno através de juros.

Existem muitas possibilidades, que não são tão exploradas porque na maioria das vezes a gente esquece que elas existem e só vincula um rendimento ao nosso trabalho.

Quanto antes você colocar o seu dinheiro para trabalhar para você, antes você poderá ser livre financeiramente. Os ricos entendem que cada centavo que eles investem em sua liberdade financeira poderá lhe render 10 centavos lá na frente, ou até mais do que isso. É um plantio. Toda árvore precisa de um tempo para crescer e gerar frutos, assim como os seus investimentos. Tendo paciência e mantendo o cuidado a colheita é certa.

Declaração 15 – O meu dinheiro trabalha pra mim e se multiplica. Eu tenho uma mente milionária.

Prática 15 – Continue aprendendo. Você pode fazer besteiras no começo, mas se estiver sempre lendo uma revista ou um livro, fazendo cursos e discutindo ideias, a tendência é só evoluir. Mude o foco do rendimento ativo para o passivo. Liste pelo menos três estratégias e entre em ação.

Arquivo de riqueza nº 16 As pessoas ricas agem apesar do medo. As pessoas de mente pobre deixam-se paralisar pelo medo.

Você não tem ideia de quantas vezes eu já desisti de alguma coisa por medo do julgamento. Eu já bolei diversos planos que ficaram apenas no papel. E tudo isso por medo de falhar.

Um dos princípios de riqueza diz que “A ação é a ponte entre o mundo interior e o mundo exterior.” Aquilo que você não coloca em prática não vai se materializar magicamente.

Nós temos medo de fracassar, medo do julgamento, medo do desconforto e de muitas outras coisas que nossa mente é capaz de inventar. O medo é paralisante mas é fundamental aprender a domá-lo para conseguir evoluir. O medo nunca desaparece, mas você pode aprender a conviver com ele.

Praticar agir apesar do medo vai expandir a sua zona de conforto. E eu já falei aqui que quanto maior a sua zona de conforto maior a sua riqueza né? Assim que você enfrenta um medo e age apesar dele a próxima vez que você se deparar com a mesma situação o desconforto será um pouco menor.

Minha cabeça continua me dizendo que é loucura falar sobre educação financeira na internet, mas eu estou aqui, lutando contra ela. Sempre que esse tipo de pensamento vier a sua cabeça primeiro você cancela e depois agradece pela informação. Lembre-se que você só consegue mudar aquilo que tem consciência de existir.

Declaração 16 – Eu ajo apesar do medo. Eu ajo apesar da dúvida. Eu ajo apesar da preocupação. Eu ajo apesar da inconveniência. Eu ajo apesar do desconforto. Eu ajo quando não estou com vontade de agir. Eu tenho uma mente milionária!

Prática 16 – Liste os seus 3 maiores medos com relação ao dinheiro e o que aconteceria se isso se realizasse. Você sobreviveria? É claro que sim. Então pare de ter medo e comece a enriquecer. Saia da zona de conforto. Tome decisões que sabe serem desconfortáveis e treine o seu “músculo” do desconforto. Pratique o pensamento poderoso. Desafie a voz na sua cabeça sempre que ela disser que você não pode fazer algo. Continue e mostre que é você quem manda.

Arquivo de riqueza nº 17 As pessoas ricas aprendem e se aprimoram o tempo todo. As pessoas de mentalidade pobre acreditam que já sabem tudo.

Mentalidade pobre
Pessoas de mentalidade pobre acham que sabem tudo, os ricos estão sempre se aprimorando.

O pior erro que você pode cometer é achar que já sabe tudo. Nem a pessoa mais inteligente do mundo tem essa audácia, de se declarar sabichão. Quando você afirma que já sabe alguma coisa você se fecha para o aprendizado e talvez não ouça a palavra que precisava para melhorar a sua vida.

Harv tem uma frase que diz: “Ou você está certo ou você é rico, nunca as duas coisas ao mesmo tempo.” Se agarrando ao seu conhecimento atual você produzirá mais do mesmo e se a sua situação não é das melhores temos que concordar que existe algo que você ainda não aprendeu.

Podemos nos comparar com outras pessoas e achar que nunca chegaremos ao patamar onde elas estão, mas a verdade é que “todo mestre já foi um fracasso.” Essa é outra frase de Harv. A diferença é que os mestres nunca acharam que já sabiam o bastante, eles sempre aprendem um pouco mais.

A sequência do sucesso nunca foi Ter, Fazer e Ser. O correto é Ser, Fazer e Ter. Você precisa se tornar uma pessoa de quem se orgulharia, para poder fazer o que é necessário e ter tudo aquilo que deseja. Pare de achar que você só vai ser uma pessoa melhor depois que tiver dinheiro. Se torne uma pessoa melhor, o dinheiro será a consequência.   

Declaração 17 – Eu me comprometo a aprender e crescer o tempo todo. Eu tenho uma mente milionária!

Prática 17 – Comprometa-se com o seu crescimento. Estude constantemente e crie confiança em si mesmo.

Se você chegou até aqui eu tenho que te dar os parabéns. O primeiro passo já foi dado, mas eu preciso também te contar que não é o suficiente.

O ideal é que você compre o livro, leia e releia. T. Harv Eker aconselha que o livro seja relido pelo menos uma vez por mês, durante um ano inteiro. Eu não acho exagero. Tem muita coisa nos Segredos da Mente Milionária que vão contra o que é comum, portanto a cada leitura você identifica algo novo que pode colocar em prática imediatamente. 

E por falar em prática, o autor diz que “A prática é a mãe do aprendizado.” Não vai adiantar nada você ler as 12 vezes sugeridas se você não fizer os exercícios que estão no final de cada Arquivo. Também é importante fazer as declarações diariamente, para registrar de uma vez por todas na sua mente os conselhos de um milionário sobre o dinheiro.

Eu espero que você tenha gostado.

Um abraço e até logo! 

Bruna Odppes

Livraria

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *