domingo, julho 14, 2024
Planejamento Financeiro

A diferença entre economizar, poupar e investir!!

Se você está me acompanhando por aqui deve ter percebido que ultimamente eu estou gostando de falar sobre trios. Eu já fiz uma série de três posts com alguns fatores que podem influenciar a sua decisão de investimento e hoje eu quero falar de como a gente chega lá. Você sabe a diferença entre economizar, poupar e investir?

Sim, eu sei que são conceitos simples, mas isso não garante que eles estejam perfeitamente sedimentados na cabeça de todo mundo. Eu demorei pra entender isso, mas às vezes o que a gente precisa ouvir é o óbvio, não é mesmo?

E os conceitos estão nessa ordem não é por acaso. Eles são interdependentes e não tem como chegar ao investimento sem antes passar pela economia e pela poupança. Então vamos lá.

O que é economizar?

Economizar é o oposto de gastar. A gente pode economizar muita coisa na vida, mas nesse momento vamos nos ater a parte financeira. O ato de economizar quer dizer que você vai gastar menos dinheiro do que poderia.

Você pode economizar energia elétrica desligando as luzes quando não estiver usando. Pode economizar no mercado, escolhendo produtos mais baratos. Você também pode economizar na compra de algum item que você quer muito, por exemplo um celular. A internet facilitou a nossa vida nesse sentido, agora todo mundo pode se tornar um pesquisador de preços.

Mas o fato de economizar em um item não necessariamente vai te levar pro próximo andar, que é a poupança. Se você economiza na luz, mas gasta em sapato, você só trocou seis por meia dúzia.

A economia que você faz durante o mês não deve entrar de novo no seu ciclo de consumo. Ela precisa se transformar em poupança.

Guardar no porquinho também é poupança

Tudo que você não gastou no mês porque foi um aluno muito aplicado na lição de economia vira poupança. Poupança é o ato de guardar dinheiro e apesar de existir um produto financeiro com o mesmo nome o seu valor poupado não necessariamente estará investido.

As moedas que você deixa no console do carro, aquelas que estão no famoso porquinho, o dinheiro na carteira, na sua conta bancária e até aquele dinheiro debaixo do colchão, que eu sinceramente espero que você não tenha, são a sua poupança. Poupança é o valor que você economizou e manteve com você, não gastou em outra coisa.

Começar fazendo uma poupança é uma parte importante do processo. Muita gente quer atropelar as coisas e esquece que para poder investir é necessário primeiro economizar e depois guardar esse dinheiro.

Se você é uma pessoa que nunca conseguiu guardar nada, começar com um porquinho ou até mesmo com a poupança no banco podem ser incentivos pra você guardar dinheiro todos os meses.

O ideal é que a sua poupança não seja formada apenas com o que sobre do seu salário. É imprescindível ter metas de economia e o jeito mais fácil de fazer poupança é se pagando primeiro. Você recebe o seu salário e já separa a sua parte, religiosamente todos os meses.

Isso também te ajuda a economizar, pois você sabe que não vai poder usar mais dinheiro do que sobrou na sua conta corrente depois de separar o seu valor.

É hora de investir

Depois de passar pelos degraus da economia e da poupança chega a hora de evoluir e começar a investir. Muita gente tem medo de investir e eu entendo essa sensação, já que os nossos produtos financeiros mais básicos tem nomes bem confusos e afastam aqueles com pouco conhecimento.

Investir é colocar o valor poupado para trabalhar pra você. Esse seu esforço de não gastar e investir será recompensado com pequenos retornos em dinheiro, são os juros.

Um dos investimentos mais populares e simples do Brasil é a poupança, mas infelizmente ela tá concorrendo ao posto de pior investimento. A poupança não é o investimento mais seguro, como muitos podem pensar, está longe de ter uma boa rentabilidade e nem a vantagem de não pagar imposto de renda justifica a aplicação.

Se o seu perfil é conservador, comece a estudar outros tipos de investimentos de renda fixa, como os CDBs, os títulos do governo, os LCIs e LCAS que como a poupança não tem imposto de renda.

Já se você é um investidor mais agressivo, existem diversas opções de investimento na renda variável. Nesse tipo de ativo o seu maior ganho será com a valorização dos ativos, mas você também pode participar dos lucros e resultados das empresas e fundos, por exemplo.

É importante usar os investimentos tanto para multiplicar o seu capital quanto para proteger o seu rico dinheirinho da inflação. Quem deixa o dinheiro parado está perdendo poder de compra. Portanto quanto antes você começar a investir, melhor.

Conta pra mim se você já está no terceiro nível desse caminho para a riqueza. Quero saber também onde você já investe.

Um abraço e até logo!

Bruna Odppes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *