domingo, julho 14, 2024
InvestimentosPlanejamento Financeiro

Aporte, Juros e Tempo – qual é mais importante na hora de investir?

O que é mais importante na hora de investir: aportes, juros ou tempo? O que faz mais diferença na fórmula dos Juros Compostos?

Esse é o segundo post da série de três onde eu vou analisar um trio que imprescindível para os seus investimentos. Se você ainda não viu o post anterior, eu falei sobre retorno, risco e liquidez e você pode ler clicando aqui.

Quem nunca estudou matemática financeira provavelmente não conhece a fórmula dos Juros Compostos. Essa fórmula possibilita que você encontre o valor que você vai receber ao final de um investimento (Montante = M), fazendo determinado aporte (Capital = C), com uma taxe de juros (i) durante um período qualquer (n).

A fórmula em termos matemáticos fica assim:

Fórmula dos juros compostos - aporte juros e tempo

Eu sei que fórmulas matemáticas assustam, mas fica aqui comigo que eu vou simplificar as coisas para você.

Aporte

Aporte é o valor que você vai separar da sua renda mensal para investir. É sobre eles que serão aplicados os juros ao longo do tempo para fazer o seu dinheiro crescer.

Eu sei que no começo da vida muitos de nós recebemos um valor bem baixo. Começo de carreira é desafiador, às vezes a gente precisa trabalhar onde dá pra poder sustentar a casa, e a parte destinada aos investimentos é bem baixa.

Mesmo que esse seja o seu caso não desanime. É normal começar com pouco, mas é importante começar. Quem não consegue guardar nem dez reais enquanto ganha mil não vai conseguir guardar mil quando começar a ganhar dez mil reais. Aproveite o momento de pouco dinheiro para treinar a sua habilidade de guardar e também para aprender como funcionam os investimentos.

É melhor errar com pouco e no começo do que com muito né?

Você também pode gostar de ler:
Rentabilidade, risco e liquidez – avalie o tripé dos investimentos
Controle de Gastos Semanal
Tesouro Direto e os Títulos Públicos Federais

E sempre lembre de fazer um esforço extra para aumentar os seus aportes. A medida que você for se desenvolvendo e evoluindo na sua carreia a tendência é que a sua renda mensal aumente. O comum é que as pessoas aumentem as suas despesas de acordo com o aumento da sua renda, mas antes que isso aconteça pense em aumentar o percentual destinado a você mesmo. Assim os seus aportes vão crescendo a medida que você vai crescendo.

O mito da multiplicação rápida do dinheiro

E ainda falando sobre aportes, não caia na falácia dos mil reais que viraram um milhão em menos de um ano. Existem investimentos que podem multiplicar seu dinheiro por muitas vezes? Sim, existem. É fácil que isso aconteça? Nem de perto. A sua chance de ficar rico investindo um pouquinho por mês é muito maior do que a chance de você “acertar” um investimento que te deixe rico da noite pro dia.

Taxa de Juros

Juros são uma outra parte dessa equação. Investidores novatos e inexperientes podem se enquadrar no efeito Dunnig-Kruger que diz que quanto mais ignorante você é sobre um assunto mais sabichão você se acha.

Esqueça retornos muitos superiores a taxa Selic (falei dela aqui) e sem risco. Se alguém te prometeu isso é bem provável que seja golpe e se você entrou na bolsa de valores achando que vai bater o mercado, pode esquecer. Em alguns momentos você até pode ter uma rentabilidade maior sim, mas em outros você pode ser jogado pra baixo com muito mais força.

Conseguir uma boa rentabilidade nos investimentos depende de conhecimento, de dedicação e também de inteligência emocional para não fazer besteira nos momentos de caos.

Se você não tem tempo ou paciência para estudar minuciosamente estratégias e detalhes de investimento é bem provável que você fique na média, o que não é o pior dos mundos. Só pra te deixar mais tranquilo, um dos maiores investidores do mundo – Warren Buffet – não é o cara que consegue a maior rentabilidade. Ele manteve uma média de 20% a.a., o que é ótimo, mas o que fez ele ficar bilionário foi principalmente o tempo.

Tempo

Já dizia Marcel Proust, e também Mario Celso Petraglia, o tempo é o senhor da razão. Tempo é a variável que faz mágica na equação dos Juros Compostos e é a ajuda que você precisa pra multiplicar o seu patrimônio.

O período de investimento é a única parte exponencial da fórmula e isso faz com que o passar do tempo tenha efeitos muito grandes no seu investimento.

Se você nunca viu o gráfico de uma variável exponencial, ele começa bem tímido e depois acontece uma explosão. Nos primeiros meses e anos do investimento você vai ter a impressão que as coisas andam a passos de tartaruga, mas depois que o negócio pegar velocidade vira um foguete rapidinho.

E vou usar o Warren Buffet como exemplo de novo. Ele começou a investir com onze anos de idade e demorou vinte e um anos pra chegar ao seu primeiro milhão. Nos vinte e um anos seguintes ele chegou a quantia de seiscentos e vinte milhões e mais vinte um anos depois ele passava dos quarenta bilhões.

Então é como dizem, o melhor dia pra começar a investir foi ontem e o segundo melhor é hoje. Você já começou?

O que é mais importante nos Juros Compostos? Aporte, juros ou tempo?

aporte juros e tempo

E agora pra gente bater o martelo e definir qual dessas variáveis é melhor eu vou fazer uma simulação. Vamos pensar que eu vou investir mil reais com uma taxa de juros de dez por cento ao ano durante dez anos. Lá no final desse período eu teria a quantia de R$ 2.593,74. Temos que lembrar que houve um único aporte.

Se eu dobrasse o valor investido e mantivesse as demais variáveis como antes o valor total seria de R$ 5.187,48. Dobrando a taxa de juros e mantendo o resto igual ao primeiro exemplo eu chegaria a R$ 6.191,73. Por último, se eu dobrasse o período do investimento sem alterar o resto o valor do resgate seria R$ 6.727,50.

Podemos concluir então que eu tenho que começar a investir logo, depois buscar uma rentabilidade boa e por último aumentar os meus aporte, certo?

Racionalmente a resposta seria sim, mas eu inverteria duas variáveis. O tempo com certeza é o vencedor e você precisa mesmo começar o quanto antes, mas em segundo lugar eu colocaria os aportes e não os juros. Por quê?

Porque os aportes estão mais sob o seu controle do que os juros. Conseguir aumentar o valor que você investe regularmente depende de você. Você pode estudar, se qualificar e se desenvolver pra ganhar mais dinheiro.

Os juros não dependem exclusivamente de você. A escolha é sua, mas existem muitos fatores que podem influenciar na rentabilidade, como inflação e até a guerra entre outros países, como é o caso da Rússia e Ucrânia atualmente.

Além disso, a quantidade de esforço que você vai precisar fazer para aumentar um pouco a sua rentabilidade traria mais resultado caso você colocasse todo esse esforço em ganhar mais dinheiro.

Concorda comigo? Deixa aqui o seu comentário pra gente discutir sobre o assunto.

Um abraço e até logo!

Bruna Odppes  

Livraria

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *